Chuva de diamantes

Nessa noite vai cair uma chuva de diamantes
Entre eles vai estar meu Coração
Vai cair
Vai estar
E refletir minha dor

E o motivo pra desmoronar
Além da barreira congelante
è o silêncio incompreendido
Que foi em vão

De viver
De estar
De sofrer

E num instante Chuva de diamantes
Sim, é incessante… Chuva de diamantes

E quando ao chão então chegar
Estrondosamente aniquilante
Da cratera que surgir
Um rio de sangue irá fluir

Vai cair
Vai estar
Vai fluir minha dor

E num instante Chuva de diamantes
Sim, é incessante… Chuva de diamantes

Curtiu, então compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn